<delect id="x1nlh"><ins id="x1nlh"></ins></delect>

    <em id="x1nlh"></em>

    <span id="x1nlh"></span>

    <big id="x1nlh"></big>
        <ins id="x1nlh"><i id="x1nlh"></i></ins>

                  Oficiais reúnem-se em Wuzhen para discutir a coopera??o cibernética global

                  Fonte: Diário do Povo Online    21.10.2019 09h44

                  Wang Qinmin, director do Comitê Nacional de Especialistas em E-Governan?a da China, profere um discurso no Fórum Ministerial da Sexta Conferência Mundial da Internet, em Wuzhen, na província de Zhejiang, a 20 de outubro de 2019. (Diário do Povo Online/Weng Qiyu)

                  Num esfor?o para aprofundar a coopera??o global na constru??o de uma sociedade inteligente, bem como fazer frente às crescentes amea?as à seguran?a do ciberespa?o, ministros e oficiais de todo o mundo se reuniram em Wuzhen, na província chinesa de Zhejiang, no domingo, para discutir o futuro da conectividade inteligente e coopera??o.

                  Durante o Fórum Ministerial da Sexta Conferência Mundial da Internet, durante um evento organizado pelo Diário do Povo, juntamente com o Diário do Povo Online, Fórum do Desenvolvimento da Internet da China e pela China Telecom, Wang Qinmin, diretor do Comitê Nacional de Especialistas em E-Governan?a da China, disse que a essência de construir uma sociedade inteligente, visa melhorar o nível de vida das pessoas. Por outro lado, defende, as tecnologias de informa??o devem ser usadas para debelar os problemas sociais, incluindo a redu??o da pobreza, cuidados médicos, seguran?a social, entre outros.

                  Zhuang Rongwen, ministro da Administra??o do Ciberespa?o da China, profere um discurso no Fórum Ministerial da Sexta Conferência Mundial de Internet, em Wuzhen, a 20 de outubro de 2019. (Diário do Povo Online/Weng Qiyu)

                  Zhuang Rongwen, ministro da Administra??o do Ciberespa?o da China, referiu que o estabelecimento de uma sociedade inteligente é crucial para o bem-estar social e para o desenvolvimento futuro do globo. Como tal, frisou, a China está aberta à coopera??o com todos os países da comunidade internacional, em prol da constru??o de uma sociedade inteligente.

                  Ecoando Zhuang, Li Baoshan, presidente do Diário do Povo, reiterou a importancia da coopera??o internacional na constru??o de uma sociedade inteligente.

                  Li Baoshan, presidente do Diário do Povo, profere um discurso no Fórum Ministerial da Sexta Conferência Mundial da Internet, em Wuzhen, a 20 de outubro de 2019. (Diário do Povo Online/Weng Qiyu)

                  “A constru??o de uma sociedade inteligente requer uma coopera??o internacional profunda no ciberespa?o, bem como esfor?os conjuntos na constru??o do ciberespa?o para um futuro compartilhado. Deste modo, precisamos de promover a abertura, bem como a coopera??o, e garantir uma base legislativa para o desenvolvimento do ciberespa?o, com enfoque na humanidade”, disse Li.

                   Rashid Alimov, ex-secretário-geral da Organiza??o de Coopera??o de Shanghai, profere um discurso no Fórum Ministerial da Sexta Conferência Mundial de Internet, em Wuzhen, a 20 de outubro de 2019. (Diário do Povo Online / Weng Qiyu)

                  Rashid Alimov, ex-secretário-geral da Organiza??o de Coopera??o de Shanghai, disse ao Diário do Povo Online que um formato melhorado do ciberespa?o requer um conjunto de regulamentos universais.

                  “Existe uma necessidade urgente para desenvolvermos regras universais, princípios e normas para regular a??es e comportamentos no ciberespa?o, bem como para promover o rápido desenvolvimento das tecnologias da internet”, disse Alimov.

                  Ali Salih, ministro de Estado para as Comunica??es, Ciência e Tecnologia das Maldivas, discursa no Fórum Ministerial da Sexta Conferência Mundial da Internet, em Wuzhen, na província de Zhejiang, a 20 de outubro de 2019. (Diário do Povo Online / Weng Qiyu)

                  Ali Salih, ministro de Estado para as Comunica??es, Ciência e Tecnologia das Maldivas, disse ao Diário do Povo Online que a política pública é essencial para assegurar a realiza??o dos benefícios da quarta revolu??o industrial.

                   “Acredito firmemente que existe uma necessidade urgente por uma política, bem como de um ambiente regulatório que permita os avan?os digitais e n?o penalize a inova??o”, disse.

                  Oficiais estrangeiros e ministros discutiram também a coopera??o cibernética com seus homólogos chineses, acrescentando que, embora a concorrência exista no setor da inova??o tecnológica, a coopera??o é também necessária para promover o desenvolvimento de uma sociedade inteligente.

                  Bruce McConnell, vice-presidente executivo do Instituto Este-Oeste, sediado nos EUA, discursa no Fórum Ministerial da Sexta Conferência Mundial da Internet, em Wuzhen, na província chinesa de Zhejiang, a 20 de outubro de 2019. (Diário do Povo Online / Weng Qiyu)

                  “O digital, com o seu potencial de nos unir e de extrair as maiores possibilidades do espírito humano, é uma área na qual temos de aprender a cooperar. Embora os EUA permane?am como a potência digital predominante, a China está crescendo rapidamente na esfera digital (...) Vemos estas duas potências revolucionários aproximarem-se no modo como interpretam o território digital”, afirmou Bruce McConnell, vice-presidente executivo do Instituto Este-Oeste.

                   “Temos de aprender juntos a construir uma comunidade de destino comum para a humanidade, uma sociedade inteligente com características orientais e ocidentais, bem como do norte e do sul. é por isso que todos estamos hoje aqui em Wuzhen”, acrescentou.

                  Ryan Vincent Uy, secretário assistente do Gabinete Presidência de Opera??es de Comunica??o das Filipinas, profere um discurso no Fórum Ministerial da Sexta Conferência Mundial da Internet em Wuzhen, na província de Zhejiang, a 20 de outubro de 2019. (Diário do Povo Online / Weng Qiyu)

                   “As Filipinas têm ainda um longo caminho pela frente face a outros países como a China, os EUA ou o Jap?o, mas continuaremos a fazer mais, e acredito que temos a nossa palavra a dar como parte da comunidade internacional”, disse Ryan Vincent Uy, secretário assistente do Gabinete Presidencial de Opera??es de Comunica??o das Filipinas.

                  Com início a 20 de outubro, a 6a Conferência Mundial da Internet irá durar 3 dias, compreendendo vários simpósios temáticos e eventos de negócios.

                  (Web editor: Renato Lu, editor)

                  0 comentários

                  • Usuário:
                  • Comentar:

                  Wechat

                  Conta oficial de Wechat da vers?o em português do Diário do Povo Online

                  Mais lidos

                  大圣棋牌